Clube da Bolinha - Reunião Julho-2022 - Cave

Mais uma reunião/jantar daquelas que serão sempre lembradas pelos membros do Clube da Bolinha do Paraná.

Primeiro pelo lugar lúdico e inusitado escolhido pelo anfitrião Wilson Bessa, a Cave Colinas de Pedra, uma vinícola localizada no ponto mais alto da ferrovia que corta a serra do mar, entre Curitiba e o Litoral paranaense.

Projeto inédito no mundo quando se trata de maturação de espumantes, na Cave Colinas de Pedra as garrafas de espumantes da vinícola gaúcha Cave Geisse, responsável pela primeira fase de elaboração do espumante, são maturadas no interior de um túnel ferroviário em meio a uma área de mata atlântica de 45 hectares localizada nos fundos da Estação Ferroviária de Roça Nova, no município de Piraquara/PR.

O túnel possui extensão total de 429 metros, com 5 metros de altura e 3,5 metros de largura. Na sua entrada, duas portas do tipo “cofre forte” de alta resistência protegem o local, que tem capacidade de armazenamento de 50.000 garrafas. Há, também, uma cave reserva, o que pode elevar esse número para 500.000 garrafas, se necessário. Hoje, porém, a produção está em torno de 8 mil garrafas/ano.

Além da guarda e maturação, a Cave Colinas de Pedra  também é responsável pelos processos finais do vinho espumante. O método de elaboração utilizado é o Champenoise, que compreende a rèmuage, o dégorgement, a adição do licor de expedição, a rolha, a gaiola e a rotulagem da bebida.

Durante a visita, os membros do Clube da Bolinha do Paraná puderam, além de visitar o local, conhecer como é feito todo o processo de fabricação do espumante.

Segundo, pela deliciosa experiência gastronômica e pela degustação de espumantes, que aconteceu após a visita ao túnel.

Outro ponto marcante foi que os membros do Clube foram recebidos por um antigo conhecido do mercado de seguros, Ari Pinto Portugal. Ari foi Diretor da Bamerindus Seguros e da HSBC Seguros. Ao se aposentar, adquiriu a área, a Estação Ferroviária e o Túnel, com a intenção de fazer ali uma pousada. Mas uma conversa com uma pessoa misteriosa o fez mudar de ideia, resultando em uma das mais interessantes e inéditas vinícolas do mundo.

Outro ponto que marcou a noite foi a homenagem do Clube da Bolinha do Paraná à Luiz Franzói Neto, que nos deixou no início deste mês. Convidado especial da Reitoria do Clube, Celso Felipe Gemin Franzoi, filho de Luiz Franzói, recebeu das mãos do emocionado anfitrião da noite, Wilson Bessa, uma placa em homenagem à seu pai.

Ao todo, 44 pessoas, entre membros do Clube e convidados, participaram da reunião/jantar de julho, um novo recorde de participação. A Reitoria, inclusive, fretou um micro-ônibus, que levou cerca de 30 dos membros do clube até o local do evento.

E o jantar/reunião de  agosto jé tem data marcada. Será no próximo dia 08/08, onde o anfitrião Aristides Damião Jr. trará como seu convidado o Economista Chefe do BTG Pactual, André Perfeito, que falará sobre o tema “O que esperar do que está por vir, cenários e macrotendências do mercado”. O local, aliás, já está definido. Será no Famiglia Caliceti Di Bologna Restaurante.

Mais um evento imperdível da Confraria mais antiga do mercado de seguros do Paraná. Confira as fotos da reunião/jantar de julho/2022: